Maneiras criativas para ficar conectado com o seu cliente

Via Agendor Blog | www.agendor.com.br

maneiras-criativas-para-ficar-conectado-com-seu-cliente-5

Você só se lembra do seu cliente quando quer vender mais? Conheça algumas maneiras de colocar o relacionamento em primeiro lugar

Você quer ficar conectado com seus clientes? Na verdade, mesmo que você não queira, você precisa se conectar com eles.

É justamente essa conexão que vai aproximar vocês, fazer com que você o entenda, e tenha mais chances de vender para seu público, e abrir mercado.

A razão para isso é simples: você quer transformar transações comerciais em relacionamentos contínuos.

Mas isso não é fácil, especialmente quando tudo que você pode pensar em fazer é enviar um e-mail para seus clientes perguntando como estão as coisas. Nem sempre é isso que você deveria estar fazendo.

Você quer se manter conectado a seus clientes de maneiras simples e efetivas? Pode ser mais fácil do que você imagina. A chave é ficar em contato com seus clientes de uma maneira significativa e memorável.

Para isso, tenha um objetivo que beneficia outra pessoa, não apenas você. Aqui estão algumas maneiras de tornar a sua conexão com seus clientes (e prospects) algo memorável.

#1. Crie um alerta para cada cliente

Hoje temos milhares de ferramentas que podem nos ajudar a manter o controle sobre cada cliente (ou até mesmo sobre nossos concorrentes).

Temos, por exemplo, o Google Alertas, o Talkwalker e o Mention, que inclui até mesmo as mídias sociais como fontes em seu alerta.

Escolha uma ferramenta e configure um alerta sobre o seu nome, empresa, indústria, temas de interesse pessoal, e assim você pode se reconectar e oferecer algo mais: parabéns, informações sobre novos concorrentes, tendências do mercado, e etc.

A chave é transformar um “pensamos em você”, genérico, em algo mais significativo, como, “eu imediatamente pensei em você quando vi isso”.

Utilize o Google Alertas para receber informações relativas a seus clientes.

Utilize o Google Alertas para receber informações relativas a seus clientes.

#2. Ofereça-se para recomendar

Muitas pessoas se sentem desconfortáveis em pedir para outros uma recomendação via LinkedIn.

Em vez de esperar um cliente pedir para você escrever uma recomendação, faça uma recomendação espontânea para seu cliente.

Você não vai apenas reforçar uma conexão, como também terá a chance de sutilmente descrever seu negócio e seus serviços quando dizer como você e seus clientes fizeram negócios no passado.

Você pode até mesmo ir mais longe: seja um indicador e recomende os serviços de um cliente para outro cliente. Se você escolher as pessoas certas, ambas ficarão agradecidas com a indicação.

#3. Use o conteúdo para promover o seu cliente

O marketing de conteúdo pode ser uma grande moeda de troca com seus clientes.

Quando a sua empresa opta por uma estratégia de conteúdo, precisa produzir conteúdo, antes de mais nada.

Por isso, você pode matar 2 coelhos com 1 cajadada só. Permita a seus clientes que compartilhem dicas, conselhos e estratégias sobre os temas comuns de seu mercado utilizando o seu canal.

Assim, você produz conteúdo, abre um canal para que seus clientes também produzam através, e seus clientes também se sentem bem porque você os respeita o suficiente para abrir espaço em seu blog para eles.

Coloque seus clientes no centro de sua estratégia de conteúdo, uma vez que você estará promovendo o seu canal, o seu conhecimento e o conhecimento de seus clientes.

Abrir as portas do seu blog para seu cliente pode ser uma maneira de ajudá-lo a se promover.

Abrir as portas do seu blog para seu cliente pode ser uma maneira de ajudá-lo a se promover.

#4. Faça algo agradável

Construir relacionamentos com os clientes não é algo totalmente altruísta. Você eventualmente quer algo em troca (como mais vendas).

Mas quando você estiver em contato com seus clientes, esqueça o que está por trás de suas intenções, e concentre-se no que você pode oferecer para seu cliente.

Se você é criativo, a lista de coisas que você pode fazer para se tornar um fornecedor agradável é interminável.

Dar é a única maneira de estabelecer uma conexão real e relacionamento com os seus clientes. Concentre-se apenas no que você pode oferecer para construir um relacionamento de longo prazo com seus clientes.

#5. Aproxime-se para colher feedbacks

Enquanto uma pesquisa “como podemos melhorar nossos produtos ou serviços?” é boa, dê um passo adiante e peça aos clientes para compartilhar seus conhecimentos e especialidades.

Pergunte se eles poderiam testar uma nova versão de seu produto, ou se aceitariam testar um produto ou serviço gratuitamente em troca de recomendações positivas para você.

Você ainda pode ligar e dizer algo do tipo: “nós estamos tentando fazer um trabalho em (algo específico que você faz). Será que poderíamos almoçar juntos para que eu possa colher o seu feedback?”.

Tenha em mente que isso só vai funcionar se você já tiver um relacionamento com o seu cliente.

Não tente isso com novos clientes, porque eles vão assumir – justificadamente – que você está apenas tentando vender a eles mais coisas.

#6. Incentive seus clientes com comentários

Muitas pessoas escrevem posts e artigos. Mas, poucos recebem quaisquer comentários sobre as suas postagens (o que é realmente muito desanimador).

Inscreva-se nos blogs de seus clientes, participe de eventos e webinar, use os alertas para encontrar artigos que eles escrevem em outros canais, e deixe comentários sobre eles.

Seus clientes irão apreciar o apoio e o seu respeito.

Participe ativamente dos canais de seus clientes com comentários e outras ideias.

Participe ativamente dos canais de seus clientes com comentários e outras ideias.

#7. Mantenha um banco de informações úteis

Digamos que você topou com um cliente e ele diz: “como seu filho está se saindo na escola?”.

Aí, você pensa que seu cliente sabe o nome do seu filho, e que ele só está na primeira série. Você, muitas vezes não vai se lembrar o nome do seu cliente, muitas vezes se eles estão na escola, ou mesmo se ele tem filhos.

Mas, como ele mencionou o seu filho, você acredita que isso deve significar que ele tem filhos, e responde como um fraco: “ele está se saindo muito bem nas aulas, e o seu, como está se saindo?”.

Depois disso, você se encolhe enquanto espera por uma resposta afirmativa, ou uma resposta que deixe claro que você não sabe nada sobre o seu cliente, como, por exemplo: “eu não tenho filhos”.

Encontros casuais são ótimos para construir uma relação mais pessoal com clientes, mas você precisa estar preparado. Isso significa lembrar de algo útil e importante sobre o seu cliente.

Portanto, mantenha um banco de dados informal. Ou inclua notas importantes no cadastro de seu contato.

Lembre-se que o CRM pode ser uma ótima maneira de manter um banco de dados completo de seus clientes, quando você mantém um cadastro de clientes eficiente.

E, ocasionalmente, reveja suas notas, você nunca sabe quando vai encontrar com alguém inesperadamente.

Mantenha seu cliente perto de você

Agora que você já conheceu algumas maneiras de manter o seu cliente próximo a você, você pode começar a praticá-los aos poucos, e reunir esse conhecimento para se aproximar de seu cliente.

É justamente essa proximidade e o seu envolvimento que vai fazer com que o seu cliente comece a confiar em você, e não achar que você é apenas um fornecedor de produtos ou serviços.

Empresas e clientes podem encarar você apenas como um fornecedor, que vende algo quando elas precisam.

Mas, você pode se promover, com essas dicas e truques, a um grande parceiro. E o parceiro começa a ser visto como um verdadeiro aliado, e possui muitos benefícios que meros fornecedores não têm.

Agora a escolha é sua: o que você quer ser: um fornecedor, ou um parceiro do seu cliente?

Postado por: Xênia Decorações | www.xeniadecoracoes.com.br