Vitrines bem-feitas aumentam vendas em até 40%; confira dicas

vitrine

Especialistas consideram que vitrine é o cartão de visita do estabelecimento e aconselham que mostruário reflita o que é vendido no interior da loja e mostre tudo que o cliente pode encontrar se passar pela porta

A sabedoria popular diz que aparência não é tudo. Por outro lado, essa mesma sabedoria popular lembra: “Boa aparência é carta de apresentação”. Cada ditado tem sua parcela de verdade. Quando o assunto é o comércio, porém, o melhor é prestar mais atenção à segunda. Portanto: toda atenção à vitrine da sua loja.

O alerta é de gente que entende bastante de negócios. É o caso do diretor da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL Salvador), Felipe Sica. “A vitrine é o cartão de visita da empresa. Antes de entrar, ele olha para a vitrine, até mesmo antes de olhar para a marca da loja”, assegura.

Sica é diretor da rede de calçados baiana Leão de Ouro, uma das maiores da capital. “A vitrine é a variável mais importante na taxa de conversão de entrada de um cliente na loja”, sustenta.

Estudos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de São Paulo indicam que a aplicação de melhorias no visual das vitrines ajuda a ampliar as vendas em até 40%. A sócia-proprietária da loja baiana Xarmonix, Katiane Arcoverde, a vitrine é importante porque, além de ser o “chamariz” para os clientes conhecerem a loja, é uma espécie de cardápio dos produtos. “A vitrine traduz a tendência que a gente quer apresentar para o cliente”, explica.

A empresa, que vende artigos para o lar e existe há 26 anos, possui quatro lojas em shoppings: Barra, Salvador, Paralela e Salvador Norte. Arcoverde considera essencial que a vitrine seja versátil, chamando a atenção de diferentes tipos de clientes, das mais variadas classes sociais. “No Natal, por exemplo, temos desde uma miniárvore, que custa R$ 19, até árvores de mais de R$ 1 mil”.

A importância de mostrar vários produtos é atestada pelo cenógrafo Almir Jr., especialista em vitrines. “É importante incluir na vitrine amostras de todos os tipos de itens que tem na loja”, afirma.

Segundo ele, um comerciante que deseje contratar um visual merchandiser, como são conhecidos os especialistas em programação visual de vitrines, para fazer o projeto de um mostruário gastará entre R$ 500 e R$ 5 mil.

“Depende tamanho da loja, da quantidade de manequins, etc”, explica. Mas o custo de se montar uma vitrine pode ser zero. “É possível melhorar a exposição do produto sem custo algum”, assegura Almir Jr. Para isso, vale a pena seguir algumas dicas do especialista abaixo.

Vitrine de liquidação não é lixo
Arrume bem sua vitrine, inclusive quando ela estiver em liquidação. Fuja da péssima mania de deixar a vitrine desorganizada. Seu cliente pode pensar que os produtos estão baratos porque são ruins.

Misture peças novas e de estoque
Não deixe peças de estoque guardadas e escondidas na loja. Misturadas às novas peças, elas podem ganhar vida nova na vitrine. Ideal é misturar peças de lançamento e de estoque

Diversifique vitrine
Inclua na vitrine amostras de todos os tipos de itens que temna loja. Mas cuidado com a poluição visual: nada de misturar peças que não têmnada a ver em uma mesma combinação

Mostre o produtor por inteiro e bem exposto
Nada de colocar blusas dobradas ou roupas em rolinhos nas vitrines. Os produtos devem estar inteiramente à mostra e da forma como será usada, em manequins, por exemplo

Mantenha o produto em perfeitas condições
Roupas com botões faltando, peças de louça com arranhão e bijuterias enferrujadas espantarão seus clientes. Deixe à mostra apenas produtos em perfeito estado

Utilize iluminação adequada
A iluminação deve mostrar o produto como ele é, com cor e textura originais. Para cada peça, há um tipo de luz adequada. Se preciso, contrate um especialista

Fuja do cartazes feitos à mão
Usar cartazes e letreiros feitos à mão desvalorizam até os produtos mais bonitos. Então, nada de escolher o funcionário que tema letra mais bonitinha para riscar a cartolina

Respeite as datas
As vitrines comemorativas devem ser planejadas com antecedência. O ideal é colocar 15 dias antes da data e retirá-la logo no dia seguinte

Tenha um público alvo
Prepare sua vitrine para o tipo de público que você quer atrair. Ter um público-alvo em mente é ter foco nos negócios

Fonte: Correio | www.correio24horas.com.br
Postado por: Xênia Decorações | www.xeniadecoracoes.com.br